02/08/2017

[Agenda] O VOA Heavy Rock Fest está aí! Sabe tudo aqui:

Estivemos o ano todo à espera deste momento... Finalmente entramos no "final countdown" para o VOA Fest que volta este ano repleto de argumentos de peso e valor que certamente despertam o interesse dos nossos foliões metaleiros.
Tudo o que precisas saber (bandas, horários, etc) para dias 4, 5 e 6 de Agosto está aqui:

O festival, que decorrerá pelo segundo ano consecutivo em Corroios, conta com um cartaz de luxo que vai além do mediatismo dos seus cabeça de cartaz e nos ofertará um leque de bandas que a nada lhes ficam a dever. 


Será sob o sol escaldante que as primeiras bandas tocarão no palco principal, com o tiro de partida marcado pelas 17h nestes três dias de maratona metálica. O tradicional dress code não ajuda mas cremos que o monocromatismo no guarda roupa é síndrome comum a grande parte do público. No nosso caso é certamente. Dizem que preto é o novo preto. É possível que repitamos aquele Sol que derreteu o Abbath no ano passado mas nada que uma carteira preparada e um fígado forte não aguente! 

Já sabemos que isto da metalada dá sede e os especialistas aconselham constante hidratação. O homem cumpriu à risca. Ainda é vivo. A honra de dar o tiro de partida está a cargo dos Process of Guilt, banda afirmada como de culto, com toda a legitimidade diga-se. O seu doom cavernoso e absorvente arrastar-nos-á para o mais denso pântano... não há como fugir e são raros os que tentam. Uma banda que facilmente encaixaria nos slots mais tardios do horário.

Pela mesma hora, no segundo dia, teremos os thrashers Terror Empire cujo segundo álbum é esperado com grande ânsia. Abriram recentemente para Hatebreed (bem ali ao lado) e souberam proporcionar mais um belo concerto. Os seus riffs certamente serão replicados sob a forma de air guitar na plateia.

Já no terceiro dia, o nome Colosso bem adjectiva este colectivo que tem vindo a romper no meio nacional e que não irá desiludir aqueles que não cederão ao cansaço ou a ressacas. A inclusão de um palco secundário é sem dúvida um dos pontos fortes desta edição, indo de encontro aos sucessivos pedidos dos peregrinos habituais deste que continua a ser um dos picos anuais da música pesada em Portugal. 

Por lá passarão vários nomes de norte a sul do país que por esta altura já estarão no radar do nosso público. Desde a super-formação presente nos Rasgo, muito aplaudidos na primeira parte do demolidor concerto de Slayer no Coliseu de Lisboa, passando pelos The Omninous Circle com um álbum de estreia muito aplaudido, incluindo ainda os históricos Grog cujo seu metal extremo está hà muito presente na história da nossa música pesada. 

Mas há mais... Earth Drive, The Black Wizards, Don't Disturb My Circles, Cruz de Ferro, Névoa e Adamantine são todo um leque de sub-géneros praticados no nosso underground que nos encherão de orgulho na estreia deste palco que não se deixará "secundarizar" assim tão facilmente! 

E quem sabe se nomes internacionais como Childrain, The Charm The Fury ou Killus não serão surpresas a passarem pelo palco principal? 

Conseguimos lembrar-nos de uns tantos "underdogs" que ficaram no livro de memórias do VOA Fest/ Vagos Open Air... Quem sabe se não vamos adicionar um destes nomes a esse leque? 


The Charm The Fury é uma tentadora proposta holandesa com liderança feminina e cheios de groove para oferecer. 

"De Espanha nem bons ventos nem bons casamentos." Talvez, mas quem já nos trouxe Angelus Apatrida e Vita Imana merece toda a nossa atenção... Os Killus vão trazer uma dose de Industrial contagiante e os Childrain um som bem pujante. 

Naturalmente são os nomes já consagrados que arrastarão grande parte da multidão e a oferta é claramente forte: no primeiro dia podemos contar com os Insomnium cujo seu Death Metal Melódico está a amadurecer como um bom vinho do porto. 

Já os holandeses Epica voltam a entrar no curriculum do festival alcançando o feito de carimbar passagens pelos três recintos da história do mesmo. O seu metal sinfónico é já aclamado como dos mais influentes, algo que leva muitos a apontá-los como os verdadeiros headliners deste primeiro dia. 
No entanto, quando se tem Carcass no line-up a coisa fica complicada de gerir. Os históricos pioneiros do metal mais extremo, que souberam agradar os fãs do grind e do imaginário gore, evoluíram para um Death Metal Melódico e criaram toda uma tendência que continua a surtir efeitos. Quem esteve presente na sua última passagem, não muito longe do recinto do VOA Fest, sabe bem do que falamos. O seu último álbum não manchou, de todo, a reputação dos criadores de Heatwork.

Numa altura em que o thrash metal volta a dar cartas, com toda uma nova geração de bandas fortíssimas, os Death Angel voltarão a provar o porquê de a cena de Bay Arena continuar a influenciar muito deste sangue fresco. Não se engane quem espere picos nos clássicos dos anos 80 porque eles vêm com música nova na bagagem e as críticas foram claras... Por volta das 19h do segundo dia de festival prevê-se nuvens de pó frente ao palco. 

Seguir-se-á a banda de Chronos. Em 2015 os Venom fizeram desfilar os seus clássicos que abalaram os pilares do NWOBHM e que serviram de sementes para todo um leque de música que fez benzer muita gente. Dar-nos-ão as boas vindas ao Inferno em grande estilo e nós vergar-nos-emos perante os deuses do rock'n'roll! 

Os violoncelistas mais aplaudidos pela rapaziada da música pesada voltarão mais uma vez com foco nas suas versões de Metallica que os projectaram pelo mudo fora. Falamos obviamente dos Apocalyptica que voltam ao nosso país com estatuto de headliner

A recta final do cartaz 2017 é outro dos argumentos a ter em conta e que arrastará muita gente de backgrounds sonoros distintos a este santuário do metal. 


Mesmo eclética, a sequência de Obituary, Dillinger Escape Plan e Trivium é bastante tentadora. 
Com novo álbum, os Obituary voltam depois de uma Deathcrusher Tour que soube a pouco. A sua regularidade no nosso país em nada afecta a fidelidade crescente presente no público nacional. Tal se deve um a som "trademark" que os distingue de tudo o resto e que se mantém "jovem" e relevante.

Dillinger Escape Plan são há muito uma banda que o público português requisitava... As suas prestações ao vivo ecoam pelo planeta. Fala-se de caos e anarquia. De um furacão que se origina em palco e se propaga pela multidão. São difíceis de catalogar na sua modernidade não convencional e o seu prazo de validade, para infortúnio de muitos, antevê-se cada vez mais próximo do limite. 
Oportunidade única de comprovar o mito e viver ao vivo um dos concertos com maiores níveis de adrenalina do ano. 

A fechar teremos o nome mais mediático desta edição. Os Trivium introduziram novos ouvintes ao universo da música pesada que com eles despertaram o interesse em aprofundar os clássicos, obrigatórios na formação de um metaleiro que se queira graduado. A sua acessibilidade, que mesmo não sendo imediata ao comum dos mortais, distantes deste nosso universo sonoro, nem sempre é apreciada pelos old school mais conservadores... Em Corroios irão percorrer uma discografia que possivelmente romperá esse atrito. Assim fora aquando da sua última passagem pelo Paradise Garage e prevemos que em registo festivaleiro os autores de Ascendancy irão chegar a um público que dificilmente se cruzaria com este colectivo de outra forma. Duvidamos que alguém arrede pé.

Lá estaremos mais uma vez para contar como tudo foi!


MAPA DO RECINTO


HORÁRIOS


COMO CHEGAR

Via A1
Siga pela A1 em direcção a Lisboa.
Continue até E1.
Siga pela A2 Sul saída em direção a Eixo N-S/Sete Rios.
Continue até A2/IP7.
Tome a saída em direção a Almada/Corroios na A2.

Via A2
Siga pela A2 em direcção a Lisboa.
Siga as direções para A12/Lisboa Sul/Almada/Setúbal.
Siga pela saída 2 para N378/N10 em direção a Seixal/Fogueteiro.
Continue na N10. Dirija-se para a Av. Vale de Milhaços em Corroios.

TRANSPORTES


Comboio Fertagus (Roma-Areeiro/Setúbal) - Consulte aqui o horário

MetroMetro Transportes do Sul (Cacilhas/Corroios) - Consulte aqui o horário

Autocarro - Transportes Sul do Tejo Carreiras: 110 | 121 | 143 | 191 | 192 - Consulte aqui

Barco - Transtejo (Cais do Sodré/Cacilhas) - Consulte aqui o horário 

CAMPISMO

O Campismo é gratuito para portadores de passe do VOA 2017 (até 4 dias de campismo). O parque de campismo do festival abre de Quinta-feira às 16:00h até Segunda às 14:00h.

Fotos do site oficial, onde podem encontar toda a info: http://voa.rocks/


Veja também: